Ordenar por: Espanha

Celebrar a Semana Santa em Espanha

A Semana Santa é levada bem a sério pelos nossos vizinhos espanhóis. Por todo o país a devoção sai à rua, e alguns locais destacam-se pelas suas procissões fervorosas. Veja aqui a nossa seleção.

Valhadolide

Tal como em Braga, os encapuçados, a lembrar a Ku Klux Klan, fazem parte desta impressionante procissão. Além deles, cobertos da cabeça aos pés, seguem nas procissões pascais os andores mais esplendorosos e ornamentados de Espanha.

A Semana Santa de Valhadolide tem os seus pontos altos a partir da sexta-feira santa (aliás tal como no resto da Península Ibérica) e termina no Domingo da Ressurreição. Em 2013 as datas principais vão de 22 a 31 de março. No final a libertação das pombas indica a conclusão da Semana Santa. 

Málaga

A Semana Santa é uma das mais importantes festividades de Málaga já há 500 anos. É a altura em que o odor do incenso e andores florais enchem a brisa com aromas. As cofradias (confrarias) competem para criar os tronos mais vistosos.

Preste atenção à Legião Espanhola Estrangeira. Enquanto as confrarias, muito pouco ao estilo andaluz, são silenciosas, os militares entoam canções religiosas marchando nos seus trajes militares. O melhor é chegar cedo para a procissão noturna de Sexta-feira de Paixão, pois esta atrai milhares de pessoas. 

Guadalajara

Guadalajara é uma cidade e município de Castela-La Mancha, que fica bem no coração de Espanha, e sem surpresa, é uma das mais devotas nas celebrações da Semana Santa do país. Por isso as suas procissões de Páscoa foram declaradas de Interesse Turístico Provincial.

Zamora

 

Os encapuçados. Zamara é outras das mais devotas localidades espanholas no que toca à Semana Santa. A cidade e as suas muitas igrejas românicas assistem aos cortejos de penitentes. O que acontece igualmente por todas as pequenas localidades dos arredores como por exemplo em Bercianos de Aliste com apenas 200 habitantes.

Córdoba

As irmandades de Córdoba enchem as ruas com a sua penitência. As Hermandades são compostas por leigos que fazem a penitência pública pela morte de Cristo. Muitas delas têm a sua própria capela.

Há algo de mágico à volta das procissões noturnas de Córdoba. À medida que os nazarenos, uma irmandade que se distingue pelos seus trajos com capuzes pontiagudos (capirotes), seguem pelas ruas, muitos deles descalços, segurando velas acesas. Uma tradição que começou no século XII.

Partilhar artigo

Comentários

X
Ganhe um voucher de € 750 como prémio!
Inscreva-se na nossa newsletter e habilite-se a ganhar vales de 750€ nas suas próximas Férias em Espanha. Escolha entre as mais de 7500 propriedades.

 Ganhe um voucher de € 750 como prémio!