O Caminho de Santiago

Todos já ouvimos falar do Caminho de Santiago, como uma viagem pessoal e única. Diz-se de quem fez o Caminho que vem de lá mais rico em conhecimento pessoal, das relações, mundo envolvente e de si próprio. 

Há vários trajetos que levam a Santiago de Compostela -- só por si uma cidade a merecer uma visita -- e em todos se encontram pessoas de todo o mundo numa busca espiritual. O Camino adquiriu merecidamente um lugar de destaque entre as viagens de peregrinação mundiais e há quem considere que o deveríamos percorrer pelo menos uma vez na vida. 

trilho do Camino de Santiago

Alguns dos trajetos que levam a Santiago começam no sul de Espanha, outros vêm de Paris. O caminho mais popular é o caminho Francês que começa em Saint-Jean-Pied-de-Port na França. Todos os caminhos terminam na Catedral de Santiago de Compostela. Para quem segue pelo caminho francês, deparar-se-á com paisagens e vistas de cortar a respiração. O trilho varia consideravelmente, ora de terra batida, ora pavimentado; tanto segue por terra como por água, onde é importante prestar atenção aos pés. 

O Caminho tem sido tomado por pessoas das mais variadas origens, religiões, intenções ao longo de mais de 2000 anos. Ser, portanto, um peregrino neste caminho é definitivamente uma experiência internacional. A UNESCO considerou o Camino de Santiago Património da Humanidade em 1987, depois de ter sido considerado o primeiro Itinerário Cultural Europeu pelo Conselho da Europa.

Paisagem com o Camino

História

Apesar de o Caminho ter herdado o seu nome dos peregrinos cristãos que, no início do séc. IX vinham venerar os restos do apóstolo Santiago Maior, existem já relatos de peregrinagens anteriores a este ponto.

Cruzeiro no Caminho de Santiago

Acredita-se que os Celtas percorreram este trajeto para chegar ao Cabo Finisterra e observar o Sol pondo-se no seu local de repouso, no Fim da Terra. Terminariam a sua viagem com um banho de mar, recolhendo uma concha de vieira como símbolo da sua jornada sagrada. Diz-se por um lado que a concha representa o fim da peregrinação, mas também há quem a veja como símbolo de boa sorte, além de fornecer um bom auxiliar para beber a água nos poços e fontes ao longo do caminho. 

Porque é que você deve ir 

O Caminho de Santiago é uma viagem muito pessoal. Muitas pessoas sentem esta viagem como uma espécie de libertação - para uns é uma forma de se libertarem dos seus fardos, tensões ou culpas; para outros representativa de uma transição importante na vida. Mas além da intensidade espiritual que perpassa todo o caminho, o Caminho de Santiago é também uma oportunidade única para descobrir o seu lado cultural, a riqueza histórica e arquitetónica, a natureza e aventura, a gastronomia e claro a possibilidade de trocar experiências com outros bem diversos peregrinos. 

Se o objetivo for a descoberta pessoal e íntima,  é recomendado que faça esta viagem sózinho.  No entanto, nada invalida que não possa optar por levar companhia, seja o esposo ou esposa, filhos, amigos ou até animais. Definitivamente é igualmente positivo partilhar esta experiência com outros. Seja qual for a sua opção, irá ter por companhia ao longo do caminho muitos outros peregrinos e raramente dará por si sozinho, salvo se assim o verdadeiramente quiser. 

Caminhando pelo trilho do Camino

Preparar-se para o Caminho

As melhores alturas do ano para fazer esta peregrinação são a primavera e o outono. Nestes meses, é mais fácil encotrar alojamento disponível, bem como as temperaturas são mais agradáveis.   

O Caminho apresenta graus diversos de dificuldade ao longo do seu trajeto. Ao planear o seu caminho, consulte os guias e websites para garantir que o trajeto escolhido está adequado às suas necessidades. 

Os alojamentos vão desde os albergues ou refúgios até hotéis de luxo se assim o quiser. Se identificar claramente o seu estilo de viagem, será mais fácil orçamentar a sua caminhada. Os albergues públicos oferecem uma cama por cerca de 6€ a noite. Muitos funcionam na base dos donativos. Albergues privados podem cobrar à volta de €10 euros, mas a oferta é mais variada: é possível entrar mais tarde, menos gente, melhores camas, a possibilidade de ficar mais de uma noite e outras regalias. 

Hostel Camino de Santiago

Os restaurantes do Camino têm tambem ementas especiais para peregrinos que servem doses maiores, muitas vezes acompanhadas de garrafa de vinho, por valores mais modestos entre 10€ a 12€. Com fundos diários de 35€ a 50€ será possível comer bem, ter uma cama para dormir e ainda dispor de algum para despesas inesperadas. No entanto, ainda consegue fazer a caminhada por menos ou por bem mais! 

Vá para o Caminho de mente aberta. Independentemente do tempo e distância da sua viagem, o Camino é uma aventura. Vai encontrar ao longo do caminho obstáculos, literais e figurados. O que você levará para casa desta experiência vai depender de manter uma atitude positiva ao longo da jornada. Aprender a aceitar estas contrariedades inesperadas é uma das mais importantes lições do Camino.

Camino de Santiago seashell

Acima de tudo dê-se tempo a si mesmo. Mesmo quando os guias lhe dizem que a secção X se completa num número Y de dias, considere sempre alguns dias extra. Seja porque quer apreciar melhor uma porção do caminho, seja porque precisa de recuperar de potenciais ferimentos, ou simplesmente porque precisa de ir com calma. Use as recomendações dos guias, mas não se sinta na obrigação de os seguir à risca. Vai aprender tanto ao longo do caminho que pleanear milimetricamente poderá pelo contrário prejudicar a sua experiência. 

Fazendo as malas

Pronto. Está decidido: você vai ser um peregrino. É importante ter atenção à bagagem que vai levar. A regra base é, leve consigo o básico desde que prático

O calçado é aqui de fundamental importância. Leve calçado confortável, à prova de água e bem leve que deverá já estar bem adaptado aos seus pés. Nunca leve calçado novo.

Hikers walk the Camino de Santiago

A mochila é a sua bagagem de eleição. Se vai caminhar diariamente 25km controle o peso. Não deve transportar mais de 8 quilos. Procure uma mochila resistente com proteção de chuva. Aprenda a ajustá-la as suas costas de forma a que não magoe.  Pesquise na net mais informação ou melhor ainda fale com um perito em caminhadas antes de seguir viagem.

Outros artigos úteis para o Camino são:

  • Um diário pequeno
  • Roupa em micro-fibra que seque rápido (evite jeans, algodão ou lã)

  • Meias anti-bolha

  • Protetor solar

  • Um chapéu (que se possa dobrar e guardar)

  • Máscara para os olhos (para dormir)

  • Protetores de orelhas (por causa do ruído)

  • Toalha de micro-fibra (secam rapidamente, são muito leves e ocupam pouco espaço)

  • Saco-cama leve e compacto (ou lenções, dependendo da época do ano) 

  • Um segundo par de calçado (sandálias ortopédicas são uma boa opção)

  • Lenço grande, tipo bandana

Lojas de desporto e atividades ao ar livre têm a maior parte destes itens. Repare que esta lista é apenas uma sugestão. Não a use como a sua lista definitiva de coisas a levar. 

A Experiência 

No Camino Francés, dificilmente andará sozinho. As pessoas com que se cruzará, vão cumprimentá-lo com um  “¡Buen Camino!” seguindo o seu caminho, mas por vezes juntando-se a si em conversa. A maioria faz o caminho a pé, outros preferem a bicicleta (cerca de 15%). Uns poucos vão a cavalo e até alguns vão nas suas cadeiras de rodas. Por vezes encontram-se peregrinos com macacos, sobretudo os que vêm de bem longe. 

Pode ser que no seu caminho se cruze com um Anjo do Camino; é este o nome dado às pessoas que prestam auxílio aos peregrinos, seja por que oferecem um sítio para ficar, ou porque ajudam a melhorar o ânimo dos peregrinos.

A seta amarela indicadora do Camino

O Camino está bem assinalado, pelo que não precisa recear perder-se; para tanto, basta seguir as setas amarelas muitas vezes ilustradas com o símbolo da vieira. Em caso de dúvida, pergunte a um peregrino ou a um habitante. 

A gastronomia da Galiza -- a última província por onde passa o Camino é bem conhecida pelo polvo à galega. Aqui também conhecido como o pulpo a feira, um dos pratos típicos de Espanha; simples mas delicioso. Ao longo do Camino, os restaurantes orgulham-se em servir comida fresca e autêntica tanto aos peregrinos de pasagem como aos locais. 

Pulpo a feira

O Camino é uma oportunidade para escutar o seu eu mais profundo, estar atento ao mundo à sua volta, longe do stress e rotina da vida diária. Apesar de ser muitas vezes descrito como tendo um lado místico, as qualidades do Camino comprovam-se facilmetne: passarmos longos períodos na natureza traz benefícios para a nossa saúde e bem-estar. 

O Camino segue ao longo de várias aldeias e pequenas vilas e de alguns centros maiores. A maioria das vilas mantiveram o seu ambiente tradicional, com casas de pedra construídas nas encostas, restaurantes e bares com música tradicional e locais que abrem as suas portas e recebem os peregrinos nas suas casas.

Casa no Camino de Santiago

Reconhecimento

Ao chegar à cidade de Santiago, a maioria dos peregrinos sente muitas vezes fortes sentimentos de realização e felicidade. Viajar ao longo de 100 km consecutivos a pé vai garantir-lhe uma Compostela - um certificado oficial da sua peregrinação. Os ciclistas terão de cumprir 200km. Antes ou no seu ponto de início de peregrinação, não se esqueça de pedir a sua Compostela - um pequeno livro onde vão figurar os carimbos dos vários sítios por onde passar, sem esquecer esse primeiro carimbo no ponto de partida. Recolha os carimbos seguintes nos albergues, cafés, igrejas, câmaras municipais dos sítios por onde passar. Assim também no final deve obter o seu carimbo final. Com este documento ficaram registados quantos quilómetros andou.

Camino Francês

Para lá do Caminho

Muitos continuam o trajeto até Finisterra, também conhecida como quilómetro zero. Este era o ponto final da caminhada celta, e mesmo que não seja o ponto mais ocidental de Espanha, que se situa a norte de Muxia, os Celtas consideravam este o último limite de terra. Recolha uma concha de vieira das costas dramáticas da Galiza como recordação da sua peregrinação e quem sabe, tome um banho nas águas frescas do Atlântico, tal como os antigos peregrinos!

Quilómetro Zero

Outros Recursos

Como mencionado, há muitos outros Caminos que o vão trazer a Santiago. Nós recomendamos os Caminho Português e o Francês, sobretudo para peregrinos principiantes por causa da segurança, tanto por haver muitos peregrinos, como por estar bem sinalizado. Além disso há restaurantes e alojamento em quantidade. A caminhada deve ser relaxante e não frustrante.

Para informações gerais sobre o Caminho de Santiago:

Mapas e Guias do Caminho:

Para informação sobre albergues e reservas:

UNESCO património mundial:

Há ainda um número de telefone associado ao Camino de Santiago: +34 902 33 20 10 (este número não é gratuito)

Dois filmes (de entre outros) a ver:

  • The Way um filme sobre a viagem de um homem e a sua reconciliação com o seu filho distante. Veja o trailer aqui!
  • Walking the Camino: Six Ways to Santiago um documentário sobre as atribulações de seis peregrinos reais . Veja um pouco aqui!.

Adorávamos conhecer a sua história e já agora a sua opinião sobre este artigo!  Partilhe conosco a sua experiência de peregrinação. 

Vivenda em Porto do Son (Puerto del Son)

  • 5 quartos
  • 10 pessoas
  • 3 casas de banho
  • 160 m²: área coberta
  • 30 m²: terraço
  • 2500 m² de jardim
  • Pátio
  • Satélite
  • Aquecimento
Id: 70259 Adicionar aos Favoritos Remover Remover
€ 700 - 1 100/semana € 129 - 200/noite Mostrar detalhes

Casa de cidade em Muros

  • 3 quartos
  • 6 pessoas
  • 1 casa de banho
  • 140 m²: área coberta
  • 2400 m² de jardim
  • Wi-Fi
  • Mobília de exterior
  • Lareira
  • Churrasco

Penthouse em Laxe

(3)
  • 3 quartos
  • 6 pessoas
  • 2 casas de banho
  • 145 m²: área coberta
  • Wi-Fi
  • Aquecimento
  • Elevador
  • Máq. lavar roupa
  • TV
Id: 28709 Adicionar aos Favoritos Remover Remover
€ 270 - 880/semana € 39 - 126/noite Mostrar detalhes
X
Ganhe um voucher de € 750 como prémio!
Inscreva-se na nossa newsletter e habilite-se a ganhar 750€ para usar nas suas próximas Férias em Espanha.


Eu li e aceito a política de privacidade
 Ganhe um voucher de € 750 como prémio! 
Ferias-Espanha.pt usa cookies de terceiros para melhorar os nossos serviços e mostrar anúncios ajustados às suas preferências, analisando os hábitos de navegação. Mude as configurações e obtenha mais informação. aqui