Sevilha – O Palácio Real Alcázar

Restam poucas dúvidas de que o Reales Alcázares – o complexo palaciano de Sevilha – integra o acervo dos principais monumentos arquitectónicos de EspanhaÉ o mais antigo palácio real em funcionamento na Europa e, apesar de ter sido construído há vários séculos atrás, é ainda hoje morada da família real espanhola.
 
 Courtyard of the Maidens
 

Um pouco de História 

A sua fundação, no ano de 913, serviu o propósito de acolher o líder do Califado de Córdoba (a antiguidade deste palácio pode-se perceber analisando as muralhas que rodeiam a Plaza del Triunfo). Ao longo dos séculos que se seguiram, foi alvo de constantes obras e expandiu-se por intervenção dos seus senhores reais. 
 
No século XII, a mando do Califado Almóada, o complexo atingiu uma extensão que chegava à Torre Abd El Aziz, na Avenida Constitución. Por esta altura já incluía um sem número de palácios, assim como uma curiosa passagem secreta que conduzia à mesquita (hoje uma catedral) do reino, de tal forma que o Rei pudesse participar nas suas actividades religiosas sem ter de se cruzar com o povo. Pouco depois da reconquista cristã, os novos reis que se impuseram decidiram demolir grande parte das construções mouras e substitui-las pelos palácios de Alfonso X (hoje conhecidos como Palácio Gótico) e pelo Palácio de Pedro I (já nos anos de 1360), também conhecido por Palácio Mudéjar e famoso pelos seus labirintos e deslumbrantes azulejos de cerâmica.  
 
Garden of the Ladies 
 

Os jardins palacianos e o Game of Thrones

Nas traseiras dos palácios encontramos tipicamente os jardins, uma variedade considerável de pequenos pátios, as fontes de água e os chamados jardins formais e informais que estão separados pelos “Muros de Grotesco” (estas construções fazem parte dos muros exteriores da cidade, mas foram introduzidos na estrutura dos palácios com as suas pinturas renascentistas ao estilo italiano). Estes esplendorosos palácios e jardins exóticos têm naturalmente atraído as atenções de realizadores espalhados por todo o mundo, que procuram transmitir nos seus filmes uma determinada atmosfera histórica. O caso mais recente foi o das filmagens para a popular série Game of Thrones, em que se ficcionaram os Jardins de Água de Dorne a partir deste património espanhol. E assim se acrescenta mais uma camada de fascinação para os fãs da saga.

A entrada para o complexo dá-se através da Puerta del León, localizada na Plaza del Triunfo, e que desemboca no Patio del León. Se lá for, sugerimos que contenha por um momento o impulso de seguir directamente pelos velhos muros até ao palácio principal, porque se antes disso virar à sua esquerda até à Sala de Justicia de Alfonso XI ficará deslumbrado com a arquitectura Mudéjar em gesso e com os tectos de vigas. Se continuar o caminho, chegará ao Patio del Yeso, que na verdade é a única estrutura sobrevivente dos tempos do Palácio Almohad. Voltando atrás no seu percurso, encontrará do outro lado o Patio de la Montería (Pátio da Caça), localizado na parte frontal do Palácio Mudéjar, o sítio onde o rei se reunia com um grupo de nobres para organizar as grandes caçadas.
 
Patio de Yeso
 

As instalações por dentro do palácio 

Uma entrada surpreendentemente modesta, dada a exuberante ornamentação da fachada, leva-nos para dentro do palácio. Vire à esquerda, passando pelo caminho repleto de rica azulejaria, e ver-se-á transportado para o lugar das Mil e Uma Noites ao chegar ao pátio central do palácio, o Patio de las Doncellas (em Português: Pátio das Donzelas. O nome deriva de uma velha lenda sobre reis mouros, que reclamavam um tributo anual de vinte donzelas aos seus súbditos cristãos). Uns espelhos de água com ornamentação natural são vigiados por uma colunata em arco ao estilo decorativo Mudéjar. Esta é, com efeito, uma novidade que os visitantes não devem deixar de ver, já que o espelho de água e os jardins em volta estiveram enterrados e esquecidos debaixo de um chão de mármore desde o século XVI, e só agora foram redescobertos e restaurados. 
 
Ao lado de Las Doncellas existem várias outras divisões, que originalmente eram tanto de âmbito público como privado. O Corredor dos Embaixadores, que em tempos foi também a sala do trono do rei Pedro, tem um tecto abobadado de madeira; já o quarto do príncipe apresenta uma cúpula representativa do céu estrelado. O Patio de las Muñecas (Pátio das Bonecas) dá para os quartos privados do palácio, e possui este nome por referência às pequenas cabeças esculpidas que fazem parte da decoração dos arcos.
 
No canto sudeste do palácio Mudéjar, umas escadas levam até aos quartos de Carlos V, distribuindo-se pelo andar superior de um Palácio Gótico. Os elegantes corredores, com as suas grandes janelas debruçadas sobre os jardins, lembrarão cenários familiares aos fãs do Game of Thrones. É que muitas das cenas da famosa série foram filmadas aqui. Do outro lado do Palácio Gótico, fica-se de frente para o Patio del Crucero, que era originalmente um andar superior do Palácio Almohad. Diz-se que o pátio, quando foi construído, possuía laranjeiras cujos frutos podiam ser colhidos por quem caminhasse nos níveis mais elevados do edifício. Já o piso térreo ficou completamente destruído e soterrado na sequência do devastador terramoto de Lisboa de 1755, pelo que a sua reconstrução e reprodução não permite a viagem histórica das outras áreas do palácio.
 
Carlos V rooms, Gothic Palace
 

Alguns segredos do palácio 

A oeste de Montería ficava a zona comercial do palácio, com o grosso dos negócios a serem geridos a partir das divisões da Casa de Contratación. Esta foi fundada em 1503 com o objectivo de fiscalizar e gerir todas as trocas comerciais com o chamado Novo Mundo. Também era aqui que se encontrava o Salão do Almirante, onde se organizavam as expedições de descoberta territorial e se garantia a protecção dos tesouros conquistados. 
 
No útimo andar do palácio Mudéjar ficam os aposentos reais (são ainda estas as divisões que recebem o actual rei de Espanha, no eventualidade da casa real assim o requerer). Só podem ser visitados mediante uma marcação e durante visita guiada, mas são fascinantes e merecem este trabalho suplementar. Durante a visita pode entrar na Salon de Audiencias e no quarto de Pedro I, apesar dos quartos privados da actual família real estarem vedados.
 
Há perolas imperdíveis que chegam a ser tão bonitas como os palácios reais. Uma enfiada de pequenos jardins atravessa todo o espaço exterior em volta dos palácios, sendo que o mais interessante encontra-se em frente às janelas do Palácio Gótico. O Lago de Mercúrio salta de imediato à vista; trata-se de um lago quadrangular de carpas com uma fonte de água e estátuas chamativas no centro, decorado com Galerias (ou Muros) de Grotescos de um dos lados. Um caminho interior leva-nos até um ponto de observação que oferece uma vista fantástica sobre os jardins. 
 
Gothic Palace
 
Mas a verdadeira surpresa fica ao lado do Palácio Gótico, e é certamente uma das mais interessantes atracções de todo o complexo. Trata-se dos Banhos de Lady Maria Padilla, a que se acede através de uma pequena passagem perto do Lago de Mercúrio. Esta figura histórica foi uma amante de Pedro I e, como se não bastasse este detalhe misterioso, também a atmosfera de absoluta quietude e surdina, típica dos lugares recônditos ou subterrâneos, acrescentam um lado quase secreto ao espaço. Os ditos banhos captam a água da chuva através de uma instalação particular e se não forem vistos com os seus próprios olhos também dificilmente se pode contar.  
 
The Baths of Doña Maria de Padilla
 
Os jardins principais foram intervencionados ainda mais a fundo do que os palácios. As remodelações a fundo que foram sendo efectuadas ao longo dos anos, ofereceram aos jardins estilos completamente diferentes e heterodoxos, de onde se distinguem as influências do jardim inglês ou do estilo italiano. Sugerimos ainda que descubra o pavilhão de Carlos V (existem mais histórias com amantes ali dentro), o pavilhão de Leão (um dos mais antigos), o curioso órgão que funciona a água e o labirinto (diversão assegurada para as crianças).
 
The Poets' Garden

Penthouse em Sevilha cidade

(2)
  • 3 quartos
  • 10 pessoas
  • 2 casas de banho
  • 150 m²: área coberta
  • 30 m²: terraço
  • Wi-Fi
  • Mobília de exterior
  • Ar condicionado
  • TV
Id: 58078 Adicionar aos Favoritos Remover Remover
€ 840 - 2 800/semana € 120 - 400/noite Mostrar detalhes

Casa de cidade em Sevilha cidade

  • 7 quartos
  • 15 pessoas
  • 4 casas de banho
  • 250 m²: área coberta
  • 50 m²: terraço
  • 90 m² de jardim
  • Wi-Fi
  • Piscina privada
  • Pátio
Id: 56342 Adicionar aos Favoritos Remover Remover
€ 4 200 - 6 300/semana € 600 - 900/noite Mostrar detalhes

Apartamento em Sevilha cidade

  • 1 quarto
  • 4 pessoas
  • 1 casa de banho
  • 40 m²: área coberta
  • Wi-Fi
  • Piscina comum
  • Elevador
  • Ar condicionado
  • Aquecimento
Id: 79127 Adicionar aos Favoritos Remover Remover
€ 1 036 - 2 590/semana € 148 - 370/noite Mostrar detalhes
X


Eu li e aceito a política de privacidade
 Ganhe um voucher de € 750 como prémio! 
Ferias-Espanha.pt usa cookies de terceiros para melhorar os nossos serviços e mostrar anúncios ajustados às suas preferências, analisando os hábitos de navegação. Mude as configurações e obtenha mais informação. aqui