O Mercado Central de Valência: As Cores e Sabores da Cidade

Este é um dos mercados mais antigos da Europa ainda em funcionamento, e exibe orgulhosamente a distinção de “Bem de Interesse Cultural”. Originalmente foi construído para ser um mercado a céu aberto, e só depois de dez anos de trabalho foi inaugurado, no ano de 1928. Décadas mais tarde, em 2010, seria completamente renovado. Costuma ser bastante frequentado por turistas e habitantes da cidade, assumindo-se como o lugar ideal para mergulhar no coração da cultura local e perder-se nas suas várias possibilidades enquanto descobre os produtos frescos que tem para oferecer. É uma das visitas a não perder durante uma estadia em Valência.

Uma pérola arquitetónica

O edifício localiza-se bem no coração da Ciutat Vella, no centro histórico da cidade de Valência, uma zona ideal onde podemos encontrar inúmeras atrações turísticas e muitas lojas, cafés, bares e restaurantes. O edifício ao estilo modernista impressiona pela sua magnitude, sendo um exemplo daquilo que de melhor se fez na arquitetura do século XX. O seu esqueleto de metal alberga até 900 bancas de venda de produtos, num total de 8.160 metros quadrados. Uma lenda conta que já no século XIV tinha surgido um mercado nesta mesma localização. 

Ao entrarmos no seu interior, a primeira coisa em que vamos notar é a escala e o tamanho do próprio mercado, com vigas de aço em arco e uma enorme cúpula de 30 metros de diâmetro. Esta é composta por mosaicos e vitrais de mil cores, mas o que mais impressiona são os motivos pintados à mão nos vidros, representando elementos da natureza. O mercado é de facto um símbolo da diversidade de alimentos produzidos nesta terra, com o cultivo de frutas e legumes a assumir tal relevo que é reconhecido internacionalmente com a designação de “Horta Valenciana” (é na planície fértil ao redor da cidade que encontramos os solos mais ricos, e onde vamos encontrar a maioria das culturas de alimentos). 

Uma explosão de cores e sabores

Este é um verdadeiro templo da gastronomia: com frutas e legumes sazonais, uma abundância de peixe fresco, bancas de carne de porco ibérico e imensas variedades de presunto, vários fabricantes de queijo e de pão, produtores de azeite, comerciantes de vinho, e até… uma banda dedicado ao açafrão (tempero usado na preparação da paelha valenciana e do Fideuà) e outra a caracóis!

Basta andarmos alguns passos entre as bancas de comida para nos depararmos com uma variedade às vezes confusa de produtos e de especiarias de todo o tipo. Mas pode estar à vontade para colocar questões (desde que tenha conhecimentos básicos de espanhol, claro está), porque as pessoas que estão atrás destas bancas são geralmente muito simpáticos e ficam contentes por poderem falar dos seus produtos. 

Como mencionámos em cima, há aqui bancas dedicadas ao açafrão, um ingrediente especial e que é obrigatório na preparação da paelha valenciana. Este tempero, introduzido pelos árabes durante a ocupação da Península Ibérica, é produzido e está profundamente enraizado na cultura da região de Castela – La Mancha. A produção espanhola de açafrão é considerada das melhores em termos de qualidade. Apesar de se ter registado uma queda na produção em mais de 100 toneladas por ano desde o século XIX – sendo que hoje vamos com 1,9 tonelados por ano –, os produtores espanhóis não deixam de produzir este “ouro vermelho”, tão bom de experimentar numa verdadeira paelha valenciana. Se desejar, pode comprar uma pequena quantidade de açafrão para o experimentar cozinhar em casa. Dependendo da qualidade, pode-lhe custar entre 7 e 20€. 
 

Um dos produtos icónicos do país, que podemos encontrar um pouco em todas as cidades espanholas, é o óbvio presunto curado. Os espanhóis levam o seu “jamón” muito a sério. Há diferentes variedades disponíveis deste produto, variando sempre em preço e qualidade, sendo no entanto consensual que o melhor e mais famoso é o famoso presunto “para negra”. A designação vem do porco ibérico que tem a particularidade de ser negro, de se mover livremente nos campos e de apenas se alimentar de bolotas. Os presuntos mais valorizados deste animal chegam facilmente às centenas de euros, resultando depois em fatias muito finas e cheias de sabor que podemos comer de várias formas. Uma vez na boca, a fatia fina de presunto quase que desaparece com o borbulhar da nossa saliva híper estimulada, deixando um sabor surpreendentemente memorável e que faz o deleite de qualquer gastrónomo!

A qualidade e variedade de produtos é óbvia. A grande maioria dos produtores locais especializa-se em produtos particulares e garante assim a diversidade no mercado. É uma explosão de cores e de desfiles em bancas, com as frutas e os citrinos a tingirem o ambiente das cores mais garridas. 

Em Espanha há diferentes tipos de pão que são populares, e este é um alimento que ganha importância quando pensamos, por exemplo, que uma boa fatia de presunto ibérico ou um bom fio de azeite tem sempre de ser acompanhado por pão. A clássica baguete encontra variações em Espanha como o “Pan de Abuela” (pão da avó), o “Pan de Pueblo” ou o “Pan Rustico”.

É também de bom tom dar uma olhadela para as zonas de talho, onde os cortes de carne fresca de vaca, porco, cordeiro e aves fazem montras que às vezes podem ser desconcertantes: encontramos cabeças, pés, orelhas, línguas, caudas, pode comprar literalmente todas as partes do animal. Note-se que muitas bancas vendem coelhos de corpo inteiro, que são um dos elementos cruciais da paelha valenciana.

Uma outra área do mercado é inteiramente dedicada aos peixes: encontra por lá calamares (lulas), sépia (chocos), tentáculos de polvo, bivalves de todas as formas e tamanhos, ouriços do mar, vários tipos de camarão, e lagostas colocadas sobre camadas de gelo. Uma das surpresas desta área são as enguias. Mais uma vez, tem muito por onde escolher e se surpreender. Os chefes de restaurantes vêm até aqui fazer as suas compras diárias, e em poucas horas os produtos mais frescos que aqui viu passam para as mesas dos restaurantes locais, integrando as deliciosas tapas ou pratos que vai poder provar instalado nos seus terraços.

Não pode passar sem uma pausa para café? Há também uma banca para os fãs do “bom café”: o Coffeemates Retrogusto dá-lhe a sua dose diária de cafeína necessária para continuar a passear pelo mercado! E que tal um chá especial para levar para casa? Nesse caso, deve visitar a banca da BBté: Tienda tee. Algumas pessoas vêm propositadamente ao mercado para comer umas deliciosas tapas acompanhadas de um copo de vinho. O Bar Central é um restaurante de tapas muito conhecido por aqui, onde pode satisfazer os seus apetites a preços acessíveis, bem no coração do mercado: pode provar patatas bravas, croquetas (bolos caseiros), clotxinas (mexilhões), frituras (pequeno peixe frito), calamares, … tudo para lhe propiciar verdadeiras experiências gastronómicas! E como pode imaginar, todos os produtos são muito frescos, passando diretamente das bancas de legumes para a cozinha destes bares a apenas meia dúzia de metros de distância!

Após uma visita gratificante e rica em estímulos, sugerimos que faça uma visita a um dos restaurantes locais para finalmente desfrutar de uma deliciosa paelha, a especialidade por excelência da cidade. Um dos sítios de eleição para saborear este delicioso prato tradicional é na La Riua, localizado no centro da cidade, perto do mercado.

Assim que chegar a Valência, vai rapidamente perceber porque é obrigatório visitar o Mercado Central. Não só lhe oferece uma excelente apresentação do que a cultura local tem para oferecer, como faz parte de um itinerário patrimonial no centro da cidade, o qual inclui também os vários monumentos e equipamentos históricos como a moderna Cidade das Artes e Ciências.

Veja as nossas ofertas de alojamentos de férias em Valência, muitos deles a poucos passos do Mercado Central. A região de Valência tem muito para lhe oferecer, e é cada vez mais um sucesso de visitantes de ano para ano. Não hesite perante a ideia de dar um passeio pela cidade, e vá à descoberta das suas riquezas.

O Mercado Central de Valência está aberto de segunda a sábado, das 7h às 15h.
 
Morada: Plaza Ciudad de Brujas, S / N - 46001 Valência
Telefone: +34 963 829 100
Endereço de e-mail: informacion@mercadocentralvalencia.es
 
 

Apartamento em Valência cidade (Centro de Valência)

  • 3 quartos
  • 6 pessoas
  • 1 casa de banho
  • 100 m²: área coberta
  • Wi-Fi
  • Ar condicionado
  • Aquecimento
  • Elevador
  • Máq. lavar roupa
Id: 47183 Adicionar aos Favoritos Remover Remover
€ 352 - 2 170/semana € 50 - 310/noite Mostrar detalhes

Apartamento em Valência cidade (Algirós)

  • 3 quartos
  • 6 pessoas
  • 1 casa de banho
  • 1 wc
  • 110 m²: área coberta
  • 12 m²: terraço
  • Wi-Fi
  • Varanda
  • Jardim
Id: 40981 Adicionar aos Favoritos Remover Remover
€ 623 - 1 715/semana € 89 - 245/noite Mostrar detalhes

Apartamento em Valência cidade (Algirós)

  • 2 quartos
  • 4 pessoas
  • 1 casa de banho
  • 1 wc
  • 75 m²: área coberta
  • Wi-Fi
  • Ar condicionado
  • Aquecimento
  • Máq. lavar roupa
Id: 47176 Adicionar aos Favoritos Remover Remover
€ 340 - 1 533/semana € 49 - 219/noite Mostrar detalhes

Comentários

X
Ganhe um voucher de € 750 como prémio!
Inscreva-se na nossa newsletter e habilite-se a ganhar 750€ para usar nas suas próximas Férias em Espanha.


Eu li e aceito a política de privacidade
 Ganhe um voucher de € 750 como prémio! 
Ferias-Espanha.pt usa cookies de terceiros para melhorar os nossos serviços e mostrar anúncios ajustados às suas preferências, analisando os hábitos de navegação. Mude as configurações e obtenha mais informação. aqui