Ordenar por: Espanha

Sul de Espanha, terra de localidades admiráveis

A Andaluzia, uma região cobiçada por muitos ao longa da sua história, é uma terra antiga cheia de caminhos e carregada de emocionantes lendas que perpassam toda a sua vasta geografia. Por isso, sugerimos aqui um descobrir desta região através dos seus povoados antigos. Uns mais desenvolvidos e virados para fora, outros como que adormecidos na sua pacata existência, de paredes caiadas de branco. 

 

Arcos de la Frontera, Cádiz

Imagem cedida por choco planet

Arcos é a porta de entrada da Rota dos Pueblo Blancos em Cádis e um dos mais bonitos de Espanha, declarado por isso mesmo monumento histórico-artístico.

As vistas a partir desta pequena cidade são simplesmente espetaculares, dado que está no topo de uma meseta. As suas ruas estreitas e sinuosas revelam ainda a arte muçulmana bem como vestígios de arte gótica, renascentista e barroca. 

Lugar de referência e inspiração para muitos artistas espanhóis como o músico Manuel de Falla, os escritores Pío Baroja, Azorín, Dámaso Alonso ou Gloria Fuertes. 

Pontos de interesse:

  • Igreja de San Pedro
  • Callejón de las Monjas (ruela)
  • Plaza de Cabildo (praça)
  • Salón cultural San Miguel
  • Casa del Conde del Águila
  • Mirador de la peña nueva
  • Basílica menor de Santa María

Iznájar, Córdoba

 

Imagem cedida por Victor Chacón

Em Córdoba existe un pequeno povoado no alto de um cerro rodeado pelas águas da barragem de mesmo nome, Iznajar. Descendo pelas suas ruas estreitas chega-se às ponte que atravessam o lago, onde também é possível fazer passeios de barco. 

Iznájar é uma zona de grande riqueza cultural, com um rico patrimonial e gastronómico, de que se destacam as carnes e enchidos de porco e uma espécie de alheira de ovo, pão ralado, pedaços de presunto e peito de peru.  

Pontos de interesse:

  • Pantano de Iznájar
  • Castelo
  • Torre de San Rafael
  • Patio de las comedias
  • Igreja paroquial de Santiago
  • Plaza Rafael Alberti (praça)
  • Miradores

Cortegana, Huelva

Imagem cedida por Rui Nunes

Cortegana fica no Parque Natural Sierra de Aracena y Picos de Aroche que foi declarado Reserva de la Biosfera da província de Huelva. Aqui foram descobertos vestígios arqueológicos que recuam à Idade do Neolítico. O nome desta aldeia deriva do sobreiro, árvore predominante nesta zona e da cortiça.

No entanto, o que aqui vai deixar boquiaberto o visitante de Cortegana, é o seu imponente e medieval castelo-fortaleza no cimo de uma colina e de onde se tem vistas panorâmicas de excelência. 

Pontos de interesse:

  • Castelo de Sancho IV
  • Fonte del Callejón
  • Casas senhoriais
  • Praça de touros
  • Ermida del Calvario
  • Iglesia del Divino Salvador
  • Nascente do Rio Chanza
  • Ermida de San Sebastián
  • Casas Mudéjares

Carmona, Sevilha

Imagem cedida por Javier Martinez de la Ossa

Esta vila sevilhana de terras fertéis e onde se encontraram jazidas do Neolítico, foi-se tornando ao longo dos tempos num centro urbano de importância.  Os seus tempos áureos foram durante a época romana. Carmona situava-se na Via Augusta e pela sua importância chegou a poder cunhar moeda própria. Destes tempos restam-nos por exemplo a sua Necrópole.

Carmona faz parte de várias rotas relacionadas com a sua herança Romana, como a Rota Bética Romana, Artealia, de que também fazem parte as povoações (Ecija, Marchena e Osuna) e também da Rota de Washington Irving, que também se fascinou pelas gentes e terras  destas paragens.

Pontos de interesse:

  • Alcazar porta de Sevilha
  • Necrópole Romana
  • Iglesia de San Pedro
  • Capela de San Francisco
  • Casa palácio de Los Aguilar
  • Anfiteatro Romano
  • Porta de Córdoba
  • Fonte de los Leones

Casares, Málaga

Imagem cedida por Allard

Como muitas das vilas que já vimos aqui, Casares foi também um povoado pré-histórico. Assim se constata pelos restos arqueológicos e sobretudo pelas grutas de Ferrete, Crestellina ou Utrera. Após estes primeiros habitantes, varais foram as civilizações que aqui deixaram marca da sua presença. 

Casares, o berço de Blas Infante, autor do ‘Ideal andaluz’, obra que impulsionou a autonomia da Andaluzia e o criador do seu hino e bandeira, é também o cenário de várias lendas como a relacionada com os Baños de la Hedionda, em que Santiago expulsou o demónio que ali vivia, nas suas águas sulfurosas.  

Pontos de interesse:

  • Igreja paroquial de San Sebastian
  • Castelo e muralha árabe
  • Fonte de Carlos III
  • Cemitério
  • Baños de Hedionda
  • Antigo posto de turismo
  • Mirador del puerto

Alcaudete, Jaén

Imagem cedida por fotoviajero.com

Este encantador povoado, rico em olivais fica na região de Jaén, é uma autêntica maravilha formado por 3 aldeias: La Bobadilla, Los Noguerones e el Sabariego,cujos edifícios mais emblemáticos são a fortaleza medieval e a igreja de Santa Maria, a Maior. Também a merecer uma visita a igreja de San Pedro, de estilo renascentista.  Na Calle Llana, por onde também deve passear, há várias lojas. 

Pontos de interesse:

  • Castelo Calatravo
  • Igreja Santa María la Mayor
  • Fonte Zaide
  • Arco da vila
  • Calle Llana
  • Casa del Almirantado
  • Mirador

Guadix, Granada

Esta vila de Granada, além de possuir um património riquíssimo, é também um povoado humano dos mais antigos de Espanha.  Guadix é a capital europeia de casas-gruta, devido à grande quantidade de casas escavadas nas encostas. 

Será fácil apaixonar-se por esta encantadora vila de cores pastel com a Sierra Nevada como pano de fundo.

Pontos de interesse:

  • Casas-gruta
  • Pantano Francisco Abellan
  • Catedral de la Encarnación
  • Hoya (Cova) de Guadix para passeios de bicicleta
  • Banhos Árabes

Baeza, Jaén

 

Imagen cedida por Mar Veiga

Esta vila de Jaén é uma vila verdadeiramente renascentista. Está integrada na rota do Renascimento Andaluz e das Rotas dos Nazaríes. Pelas suas características arquitetónicas foi considerada Património da Humanidade da UNESCO. 

Pontos de interesse:

  • Universidade velha de Baeza
  • Catedral
  • Plaza del Populo
  • Plaza de Santa Maria
  • Palácio de Jabalquinto
  • Fonte de Santa María
  • Casa de Antonio Machado

La Iruela, Jaén

 

Imagem cedida por Ranp

Na topografia bem acidentada da região, fica esta vila no topo de um penhasco ao redor da sua imponente fortaleza, um ponto obrigatório a visitar.  La Iruela fica às portas do Parque Natural de Cazorla e esta inserida numa paisagem encantadora de olivais, regados pelas águas do rio Guadalquivir.   

Pontos de interesse:

  • Castelo templário
  • Igreja de la Purísima
  • Hotel e Spa  

Ronda, Málaga

"Procurei por todas as partes a cidade sonhada. No final encontrei-a em Ronda" 
  Rainer María Rilke

Ronda com aproximadamente 35.000 habitantes fica a cerca de 100 km de Málaga. Por aqui passa também o Tejo. Por estar numa meseta a bastante altitude, com casas a desafiar a verticalidade; desfruta de paisagens incríveis sobre o rio e a paisagem circundante.  

Mas não são só as paisagens que nos trazem aqui. São igualmente dignos de nota a gastronomia baseada nos produtos locais e os vinhos que se inserem na rota dos vinhos de Espanha.

Por outro lado a antiguidade de Ronda está bem espelhada nas jazidas arqueológicas como as da cidade romana de Acinipo, os banhos Árabes, o Palácio de Mondragón ou o do Rei Mouro e as suas ruas cheias de história. 

Pontos de interesse:

  • Vistas sobre o Tejo
  • Praça de touros
  • Banhos Árabes
  • Palácio de Mondragón
  • Palácio do Rey Moro y la Mina
  • Muralhas Árabes
  • Praça Duquesa de Parcent
  • Jardins de Cuenca
  • Mirador de Aldehuela e Balcón del Coño
  • Ruínas de Acinipo
  • Rotas do vinho
  • Cueva del gato (Gruta)

Pampaneira, Granada

Pampaneria fica na Alpujarra granadina uma vila encantadora perfeita para provar as iguarias da região e para dar passeios pela natureza circundante.  A vila situada no barranco de Poqueira, tem conseguido manter o seu ar berbere na sua arquitetura e ruas.  

Pontos de interesse:

  • Igreja da Santa cruz
  • Lojas de artesanato
  • Bodega la Moralea
  • Paseo de Garcia Lorca
  • Fonte da Chumpaneira

Vejer de la Frontera, Cádiz



Imagem cedida por Braulio Tortosa

Vejer de la Frontera é outra das nossas vilas preferidas na Andaluzia. Tem uma oferta turística extensa, numa zona do interior encantadora sem ficar longe das praias. 

Vejer recebeu já prémios em Espanha pela sua beleza, sendo também rica num património histórico e cultural como por exemplo se pode ver na sua Judiaria. Há ainda o castelo do séc.  XI-XVI, onde as tradições cristãs se unem às tradições mouriscas. 

Sugerimos que se perca nas suas ruas e ruelas, desfrute das belas paisagens e prove as deliciosas iguarias como a carne de qualidade que é servida no restaurante La Castilleria e Restaurante Venta Tinto. 

Pontos de interesse:

  • Plaza de España
  • Calle Silla Vieja
  • Mirador de los abuelicos
  • Os moinhos (Molinos) de Vejer
  • Câmara municipal
  • Nascente de Santa Lucia 

Lucainena de las Torres, Almería

A juntar às anteriores, Lucainena de las Torres será sempre uma das mais bonitas vilas de Espanha, pelas suas ruas estreitas e claras decoradas com grandes vasos de flores, pelo seu casario caiado de branco.

Bem perto daqui, fica o espantoso deserto de Tabernas, resultado da erosão e das águas desaparecidas; o mirador de Turillas a uma altitude de 880m e para os mais aventureiros que não sofram de claustrofobia, o Karst de Yesos de Sorbas com mais de 600 grutas.

Puntos de interés:

  • Deserto de Tabernas
  • Mirador de Turillas
  • Karst de Yesos de Sorbas

Úbeda, Jaen

 

Imagem cedida por Domingo Leiva

Localizada na província de Jaén fica Úbeda, cidade Património da Humanidade. A cidade é um perfeito exemplo da magnificiência do estilo renascentista, já que muitas das suas edificações nascidas no séc. XVI foram erguidas sob a égide de nobres e ricos senhores da época

O centro antigo encontra-se ainda dentro das muralhas erguidas no séc. I da nossa era pelo mouros. De resto, a cidade é como um museu vivo, onde há muito para visitar e ajudar a entender o nosso passado. 

Pontos de interesse:

  • Igreja de Santa Maria de los Reales Alcázares
  • Plaza Vázquez de Molina
  • Plaza de los Caídos
  • La Sacra capela del Salvador de Úbeda
  • Igrejaa de San Pablo
  • Centro histórico
  • Calle Gradas (Rua)
  • Muralhas
  • Torre del reloj
  • Barrio Alfarero (um bairro característico da cidade)

Zahara de la Sierra, Cádiz

Zahara de la Sierra fica na Sierra do Jaral, no interior do parque natural Sierra de Grazalema e foi declarada conjunto histórico. As suas ruas carregadas de história encavalitam-se nas encostas da montanha, mesmo por baixo das ruínas de um antigo castelo de que sobressai ainda hoje a torre de menagem e de onde se tem vistas espantosas comoa  Garganta Verde ou a sua praia artificial.


Pontos de interesse:

  • Garganta verde
  • Playa de Arroyomolinos (praia)
  • Mirador
  • Igreja de Santa Maria de la Mesa
  • Capela de San Juan de Letrán
  • Ponte de los Palominos
  • Torre del Reloj

Priego, Córdoba

Esta vila no coração da Andaluzia já vem sendo habitada desde o período do Paleolítico e por boas razões: há aqui terra fértil e bastante água 

Priego é outra vila a visitar pela sua grande beleza.  Na sua gastronomia o azeite bem presente na paisagem é parte importante e torna-a mais rica.

Pontos de interesse:

  • Fonte del rey
  • Barrio de la Villa (bairro característico)
  • Igreja de San Pedro
  • Igreja de nuestra Sra. de la Aurora
  • Casa museo Niceto Alcalá-Zamora
  • Plaza del Llano

Frigiliana Málaga

Conhecida como a vila mais bonita da Andaluzia, Frigiliana está encavalitada numa encosta, o casario dispõem-se ao longo de ruas estreitas e de Adarves, uma espécie de patio em forma de ruela (callejon) estreita da era muçulmana que tipicamente tinha portas de acesso às casas. Passear pelas suas ruas estreitas e sinuosas cheias de gerânios a colorir as paredes brancas, admirar as vistas encantadoras confirmará este rótulo de vila mais bonita.

Pontos de interesse:

  • Igreja de San Antonio de Padua
  • Nuestra Sra. del Carmen
  • Casa nata de Liborio Apolinario
  • Adarve callejón del señor
  • Lojas de artesanato
  • Callejón del inquisidor
  • Plaza de la iglesia (praça)

Mojacar, Almería

 

Na Serra de Cabrera em Almería, encontra-se uma colmeia de surpreendentes casas brancas, as suas ruelas convidam à descoberta dum passado que recua a tempos pre-históricos. 

Um sítio a conhecer e que por entre as ruas levará a miradores com vistas deslumbrantes. Tem um micro clima especial, com invernos e verões suaves. 

Pontos de interesse:

  • Praias
  • Zona de bares
  • Mirador
  • Castelo
  • Mercado de antiguidades

Salobreña, Granada

Salobreña, na província de Granada, é outra destas vilas típicas do litoral mediterrâneo espanhol. Com um clima subtropical de agradáveis temperaturas durante todo o ano e com praias excelentes. Uma das vilas brancas carregada de matizes floridos e cheia de história nos seus bairros emblemáticos como La Loma, La Fuente ou el Brocal que ainda conservam essa estrutura medieval.

Pontos de interesse:

  • Castelo Árabe
  • Torre del Brocal
  • Paseo de la Flores (zona pedonal)
  • Mirador de el Albayzín.  

 Setenil de las Bodegas Cádiz

O que mais chama a atenção nesta vila gaditana é a forma como se desenvolveu num desfiladeiro mesmo por baixo de rochedos imensos escavados pelo rio Trejo. Aqui não se abriram grutas na rocha para criar as casas, antes foram aproveitadas as saliências resultantes da erosão.

Vale a pena passear pelas ruas brancas de Setenil de las Bodegas como a rua de las Cuevas de la Sombra e de las Cuevas del Sol para ver o engenho dos povos antigos e a sua adaptação à topografia local.

Setenil fica a uns meros 15km de Ronda.

Pontos de Interesse:

  • Cuevas (as casas)
  • Bar Fresquito

Almodóvar del Río, Córdoba

A oeste de Córdoba fica Almodóvar del Río. A paisagem em que esta vila está inserida é simplesmente espetacular. No topo de um monte fica o castelo, testemunho do passar da história e que se ergue reinando sobre a vila de casas caiadas.

Almodóvar del Rio faz também parte da rota de Bética Romana.

Pontos de interesse:

  • Castelo de Almodóvar del Río
  • La casa roja
  • Portus romano
  • Parque Natural Sierra de Hornachuelos
  • Museu Etnológico de Ángel Estévez
  • Mirador das Pairejas
  • Igreja da Inmaculada Concepción
  • Ermida de Jesús

Genalguacil, Málaga

Imagen cedida por Angelrm (flickr)

Genalguacil fica nas proximidades de uma paisagem protegida para aves, onde se podem observar águias reais, falcões peregrinos e corujas e cuja topografia acidentada está povoada por pinheiros, castanheiros, sobreiros e carvalhos. É uma região de excelência para a pratica de montanhismo ou ciclismo de montanha já que há muitos trilhos.

Além das ruas encantadoras, há também os seus miradores de onde se desfruta de vistas soberbas sobre paisagem. Uma visita aqui nunca estaria concluida sem provar a gastronomia local que recorre na sua maioria a produtos locais. 


Pontos de Interesse:

  • Arte de rua
  • Museu de Arte Contemporáneo Fernando Centeno
  • Percursos de caminhada

Alhama de Granada

Alhama de Granada reune vários aspetos para ser considerada um dos pontos altos numa visita à região de Granada. A sua história remonta à época pre-histórica e tanto os cristãos como os mouros consideraram este sítio importante por causa das suas águas termais.

Ambas as artes se observam nos seus monumentos, de que destacamos o Bairro Mourisco e por outro lado as casas senhoriais e religiosas cristãs.

Pontos de Interesse:

  • Castelo de Alhama de Granada
  • Masmorras
  • Cinema antigo
  • Fonte da Praça de San Diego
  • Bairro Mourisco
  • Casa de la Inquisicion
  • Ermida de los remedios
  • La escalera del diablo
  • Mirador

Mapa

Partilhar artigo

Comentários

X
Ganhe um voucher de € 750 como prémio!
Inscreva-se na nossa newsletter e habilite-se a ganhar vales de 750€ nas suas próximas Férias em Espanha. Escolha entre as mais de 7500 propriedades.

 Ganhe um voucher de € 750 como prémio!