Ordenar por: Costa del Sol

Mais do que praia: 12 viagens imperdíveis na Costa del Sol

Se está de férias na Costa del Sol e quer recarregar energias nas suas belas praias, mar refrescante e vida nocturna animada, irá ficar muito bem servido. Mas descobrirá igualmente que esta zona tem muito mais para ver. Deste canto da Andaluzia irradia uma remota e fascinante história, além das suas paisagens de tirar o fôlego e que merecem ser exploradas, nem que seja só por uns dias.

Neste artigo escolhemos cuidadosamente 12 das mais interessantes visitas na área de Costa del Sol, todas elas suficientemente próximas umas das outras e que, portanto, são perfeitas para ocupar um dia a viajar.

1. Acebuchal

Também conhecida como a “aldeia perdida”, esta comunidade fica localizada a apenas 5 quilómetros das praias de Nerja e está rodeada pela Sierra Tejeda, Almijara, e pelo Parque Natural de Alhama. É um dos tesouros escondidos mais pitorescos da região.

Esta pequena localidade andaluza foi palco de alguns episódios terríveis durante a época de repressão liderada por Franco. Foi contudo alvo de um êxodo e abandono em finais dos anos de 1940, e só mais tarde voltaria a recuperar a sua população e vida quotidiana. Hoje Acebuchal é um exemplo fascinante das aldeias andaluzas típicas, com um cenário natural belíssimo e onde o tempo parece ter parado.

2. Frigiliana

A alguns quilómetros de Acebuchal encontramos mais uma aldeia única: Frigiliana. Considerado um dos mais belos “pueblos blancos” da Andaluzia, Frigiliana foi erigida no topo de uma pequena encosta que se debruça sobre uma paisagem de sonho. É um dos destinos favoritos entre locais, viajantes, e todos aqueles que estão dispostos a deixar para trás as praias cristalinas de Nerja, ali próxima. Os atractivos são mais que muitos: é a gastronomia desta povoação, as paisagens, e a história observável nas suas ruas e vizinhança.

Frigiliana está incluida dentro da bela região de Axarquia, uma área rural caracterizada pelas encostas íngremes, pelos campos semeados e prados. É também conhecida por ser uma das poucas regiões da Andaluzia onde a economia local continua a fazer-se valer pela produção e comércio de produtos naturais, assente em técnicas tradicionais de agricultura. 

3. Ronda

História, natureza, gastronomia e arte. A carismática Ronda exibe uma história rica e herança artística inexcedíveis, onde se incluem vários monumentos romanos e mouros, um ambiente natural verdejante, encontra-se aqui alguns dos vinhos espanhóis mais apreciados, para além de que as vistas e as paisagens são de tirar o fôlego. Todos estes ingredientes conjugados fazem da cidade uma das mais visitadas e fotografadas da Andaluzia.

Localizada a menos de uma hora de carro de Marbella, esta cidade pitoresca fica num pico rochoso a mais de 800 metros de altitude, de onde se pode ver um extenso vale e toda a imensidão da Serrania de Ronda, uma região rural plena de pueblos blancos e de locais naturais de interesse particular.

4. El Torcal

El Torcal é das mais importantes reservas naturais da Andaluzia e tem um perfil único. Situada a poucos quilómetros de Antequera, na província de Málaga, esta reserva natural está cheia de formações rochosas fascinantes. Algumas delas são das mais antigas na Europa, o que oferece à paisagem uma atmosfera quase surreal e alienígena.

A reserva é também o lar de várias espécies de fauna e flora que vai gostar de descobrir. É aqui que encontramos o ibex, a águia dourada e abutres. E, além dos animais, existem várias áreas para fazer exploração arqueológica, com pinturas rupestres e dolmens. Há ainda um observatório astronómico e rotas espectaculares para caminhantes e amantes da natureza.

5. Granada

Simplesmente imperdível. A pouco mais de uma hora de distância das praias e do bom tempo de Costa del Sol, visite Granada e fique a saber porque é que é considerada uma das mais belas e fascinantes cidades de Espanha.

Além da famosa Alhambra, tem de visitar o electrizante distrito de Albaycin, também o distrito de Sacromonte com a sua música flamenca e casas escavadas na rocha, assim como as fascinantes montanhas da Sierra Nevada. Tudo na região é arte e cultura, para onde quer que se vire.

6. Caminito del Rey

Até muito recentemente conhecido como “o mais perigoso caminho do mundo”, este Caminito del Rey foi há muito pouco tempo renovado para que se sinta mais seguro a percorrê-lo. Em poucos meses tornou-se na atracção mais visitada da província de Málaga.

Construído no início do século XX como uma estrada de serviço, que apoiava os construtores de centrais eléctricas nos seus trabalhos no desfiladeiro de El Chorro, o Caminito é hoje bastante mais seguro do que no passado. Ainda assim, percorre-lo é garantia de uma injecção grande de adrenalina nas veias, e as vistas de lá de cima são tão vertiginosas quanto incríveis. Uma experiência a não perder!

7. Mijas Pueblo

A Costa de Mijas é um resort turístico bastante popular da Costa del Sol, e está a muito pouca distância da praia. Junta a uma encosta íngreme com vistas espectaculares sobre a linha costeira, esta cidade – conhecida como Mijas Pueblo – é uma das mais bem tratadas e procuradas aldeias brancas da área. 

Não deixe de fazer uma visita às muralhas árabes e aos jardins, de onde pode apreciar belas paisagens sobre a Costa del Sol. E, se tiver algum tempo de sobra, vá até à curiosa capela da Virgen de la Pena. As redondezas montanhosas do resort são atractivas para os entusiastas dos desportos ao ar livre, mas se não estiver para aí virado pode sempre refugiar-se em vários locais para relaxar, provar boa comida ou simplesmente deixar que a rica natureza da região lhe entre pelos olhos dentro.

8. Comares

Se está à procura de natureza e adrenalina, Comares pode ser o lugar perfeito para si. Situado na província de Málaga, esta aldeia montanhosa tem um roteiro para escaladas, trilhos de caminhada, e uma das instalações para slide mais longas da Europa.

O hotel da cidade tem opções muito boas para fazer refeições. Pode provar aqui o famoso prato de “migas” acompanhado de um vinho doce. A cidade está inserida numa paisagem natural lindíssima e com interessante herança local. Pensa-se que a cidade tenha sido fundada por volta do século VII a.C. Já no século VIII d.C. foi transformada numa fortaleza moura. A cidade está envolta numa atmosfera rural e ancestral, típica das terras andaluzas.

9. As Cavernas de Nerja

As cavernas de Nerja fazem parte das atracções naturais mais impressionantes de Espanha. Foram descobertas por sorte em 1959, por um grupo de rapazes que exploravam a zona. Desde então que as cavernas já revelaram inúmeras maravilhas e segredos arqueológicos para o estudo dos cientistas.

Tem as maiores colunas de calcário do mundo, tem pinturas rupestres feitas por neandertais que viveram aqui há mais de 42 mil anos, e tem um sistema maravilhoso de várias câmaras subterrâneas onde pode apurar o seu lado de explorador arqueológico e descobrir os tesouros geológicos. As cavernas de Nerja são uma visita que não deve perder.

10. Parque Natural de Los Alcornocales

Este belo parque herdou o seu nome dos seus inúmeros “residentes” naturais. Falamos dos carvalhos, ou em espanhol das árvores “alcornocales”.

Rica em biodiversidade (alberga mais de 80 espécies diferentes de plantas, além dos falcões, águias, abutres, e várias espécies de mamíferos), o Parque de Alcornocales tem ainda inúmeros depósitos arqueológicos desde as eras do Neolítico até à Idade do Bronze. Dentro do parque irá encontrar belas aldeias mouras como a incrível Castellar de la Frontera.

A característica mais distintiva do parque é certamente a sua paisagem, que se apresenta incrivelmente verdejante pelo ano inteiro graças ao ar húmido assim composto pelas brisas do Atlântico. É um parque espectacular, perfeito para passar um dia a observar a vida selvagem, para caminhar, andar de bicicleta e andar a cavalo, ou alternativamente desfrutar de visitas guiadas para procurar os cogumelos multipremiados da zona.

11. Setenil de las Bodegas

A aldeia que carrega uma montanha às costas! O belo Pueblo Blanco de Setenil de las Bodegas tem uma característica especial que o tornou famoso em Espanha: muitas das suas casas do Casco Antiguo (a zona antiga da cidade) foram construídas directamente sob os pesados rochedos da montanha.

Nesta região encontra outras povoações com casas também escavadas nas rochas (como Guadix ou no distrito de Sacromonte em Granada), mas em nenhuma outra parte de Espanha irá assistir a um método de construção tão espectacular como este em Setenil de las Bodegas. 

Se quer tirar fotografias perfeitas quase ao estilo de postal, então Setenil é o lugar a visitar. Não se esqueça de fazer uma caminhada ao longo da cidade para desfrutar da paisagem e da natureza da área. E, acima de tudo, não se vá embora sem visitar um dos maravilhosos restaurantes da aldeia e provar as especialidades caseiras locais. 

12. Málaga

A capital da Costa del Sol é, obviamente, de visita obrigatória. A cidade oferece um conjunto importante de museus, tem monumentos romanos e árabes, um porto costeiro animado, praias, vida nocturna e restaurantes.

Ao contrário de outros resorts costeiros, há sempre alguma coisa a acontecer na cidade de Málaga ao longo do ano inteiro, o que faz deste um lugar particularmente animado e surpreendente de visitar. Existem acontecimentos de sobra em que participar, incluindo a Semana Santa na Páscoa, o Festival de Cinema anual e a Feria em Agosto. Além disso, pode contar em qualquer altura com espectáculos de flamenco e concertos de música de todos os tipos… Se visitar Málaga será apaparicado com um milhão de actividades culturais.

Mapa

Partilhar artigo

Comentários