Oito excelentes motivos para visitar Valência

Valência, a terceira maior cidade em Espanha, oferece uma combinação imbatível de ambiente urbano com sol, mar e cultura. As fantásticas vivendas à beira-mar em Valência garantem-lhe o alojamento perfeito, e o que não faltam são coisas para fazer em toda a região!

Catedral de Santa Maria, ValênciaEm Valência acontecem os eventos culturais mais exuberantes, como a La Tomatina, e a arquitetura da cidade tem um carisma muito próprio a que também deverá prestar atenção: desde os castelos e torres medievais à arquitetura modernista e art deco, passando pelas pequenas lojas do comércio local até aos grandes centros comerciais.

Valência tem de tudo. E, claro, não podiam faltar os ótimos restaurantes onde vai poder comer e beber a bons preços. Se quiser fazer umas férias baratas em Valência, em princípio não vai ter problemas com as nossas dicas de viagem.

Lonja ValênciaPara além do mais, esta é uma cidade cheia de surpresas! Sabia, por exemplo, que em Valência vai encontrar o maior parque urbano coberto de toda a Europa? Este é o famoso parque Turia, por onde em tempos passou um rio e hoje constitui-se como um dos cinco melhores parques públicos da cidade. Sabia também que o famoso Santo Graal, a taça por onde Jesus bebeu durante a última ceia, se pode supostamente encontrar na catedral central de Valência?

Vamos olhar para oito atividades imperdíveis em Valência, a maioria das quais é de livre acesso ou então bastante barata, e pelo meio sugerimos ótimos espaços para arrendamento de férias na cidade de Valência!

1. As praças centrais

As plazas, como são conhecidas em Espanha, são habitualmente largos espaços preenchidos por árvores e com sombras frescas onde se pode refugiar do intenso calor de verão. Estas plazas costumam ter várias vias de acesso e ruas escondidas que às vezes dão para pátios e às vezes para novas praças carismáticas.

Uma das mais belas praças de Valência é a Plaza de la Reina, localizada na cidade antiga.

Valencia - Horse carriage

É um local excelente para passear, com bastantes restaurantes onde pode fazer o gosto ao dente… tenha só atenção com os preços excessivos que às vezes são praticados aos turistas. Pode desfrutar de bebidas nas praças e depois voltar através das ruas serpenteantes que rodeiam a praça até chegar a um restaurante com bons almoços ou tapas. Em menos de nada, poderá dar com estabelecimentos relativamente baratos para almoçar, por isso não tenha medo de se deixar perder pelas ruas. 

Coma onde os espanhóis também comem, é essa a melhor recomendação que lhe podemos dar, ainda que nesta área seja melhor perguntar a algum local onde se pode comer uma boa paelha vegetariana de modo a garantir a melhor experiência gastronómica. Um dos melhores locais para se deleitar com a paelha valenciana é na praia, por exemplo num dos muitos estabelecimentos tradicionais da praia urbana de Malvarrosa, ou ainda na praia de El Palmar que fica no parque natural de Albufera.

Valência do Miguelete

Há uma outra praça castiça ao pé da Plaza de la Reina chamada Plaza Redonda, que é de visita obrigatória nem que seja pelo seu aspeto incomum. Esta peça praça circular estão rodeada por pequenas bancas e lojas de rua que vendem produtos de retrosaria, laços, aventais, bibes, artesanato, souvenirs, e até pássaros de estimação.

Devido aos trabalhos de regeneração levados a cabo pelo município, tornou-se numa praça algo turística, o que a fez perder um pouco do seu charme rústico. Contudo, é ainda um bom sítio a visitar, com a sua bela fonte de 1850 bem no centro a atrair todas as atenções.

Esta praça fica ao lado da Plaza Lope de Vega, o local onde se diz que existe o edifício mais estreito de toda a Europa!

2. A Catedral de Valência e o Santo Graal

Uma das afirmações mais controversas que se fazem acerca de Valência é a de que o Santo Graal está guardado na principal catedral da cidade. Como muitos sabem, o Santo Graal é a taça por onde Jesus bebeu na Última Ceia, e devido à importância histórica deste objeto há muitos outros locais à volta do mundo que afirmam serem eles os detentores desta taça.

Catedral de Valência

A Catedral é um espaço ótimo e muito apaziguador onde vale a pena perder algum tempo. Pode inclusivamente subir até ao topo do edifício, ao local onde se situam os sinos migueletes e a torre, abarcando vistas inesquecíveis sobre a cidade.

O Santo Graal é uma das principais atrações que não vai querer deixar de ver na Catedral, especialmente se pertencer a uma confissão religiosa.

As lendas dizem que a taça saiu de Roma e andou durante séculos perdida em viagens. Contudo, quando os governantes muçulmanos tomaram Espanha, perdeu-se o paradeiro dela até regressar a Valência em 1427, na altura do reinado de “Afonso, o Magnânimo”.

Santo Graal

A anterior presidente da câmara de Valência, Rita Barberá, sugeriu uma vez que a cidade devia ser apelidada de “Cidade do Santo Graal”, com o objetivo de atrair mais turistas. A única implicação logística seria expor o Santo Graal numa zona mais central da catedral, ao invés de estar numa zona escondida de uma capela no interior do edifício.

Para os estudiosos de arte, existem duas pinturas imperdíveis de Goya na capela de san Francisco de Borja, dentro da catedral.

3. Mercado Central de Valência

Ainda que a perspetiva de nos perdermos num mercado de alimentos não seja das atividades preferidas de algumas pessoas durante umas férias, o histórico Mercado Central de Valência é bastante único e merece ser visitado.

Mercado de Valência

Apresenta não um edifício modernista admirável, como é um espaço onde os visitantes podem ter acesso privilegiado à vida diária dos Valencianos.

O mercado está dividido por várias secções mediante o tipo de alimentos, com zonas destacadas para o peixe, a carne, a fruta, e por aí fora. Existem também algumas bancas bastante interessantes por aqui: alguma da fruta e vegetais disponíveis podem soar exóticos, assim como alguns produtos de carne que são impensáveis existirem por exemplo no norte da Europa.

Mesmo que se aborreça a certa altura de vaguear pelo mercado, vai encontrar bastantes lojas tradicionais, bares e cafés à volta do edifício. Esta é de facto uma excelente área para passar uma manhã muito inspirada. Leia mais sobre o Mercado Central de Valência.

4. As praias de Valência

Muitos diriam que umas férias de verão estariam incompletas sem uma visita à praia. Mas esses saem a ganhar na cidade de Valência que tem imensas praias espalhadas pela sua linha costeira, algumas delas intocadas e pouco visitadas pelo turismo. Deixe-se encantar pelos mergulhos relaxantes no mar azul desta costa.

Praia de Valência

A cidade está localizada numa zona privilegiada ao pé do mar, oferecendo praias relativamente extensas e com areal macio e limpo.

Para começar, experimente visita a praia mais popular, La Malvarrosa, que principia na área portuária e depois divide-se depois na Playa las Arenas e na Playa Cabanyal. Mais à frente, dá origem à Playa de Patacona.

Praia de Valência

Nas imediações encontrará outras praias de referência como a Playa de Pinedo e a Playa el Saler, que por sinal também conta com um campo de golfe. A norte da cidade encontrará a Playa Port Saplaya e, um pouco adiante, a área romana da Playa Sagunto. Se tiver vontade de ficar alojado perto destas praias relaxantes da cidade, espreite as nossas oportunidades de casas de férias em Valência.

5. Ir às compras em Valência

À semelhança do que acontece nas grandes cidades, Valência oferece imensas oportunidades para se perder em compras, e aqui irá ter as principais marcas à sua disposição.

Shopping in ValenciaAdicionalmente, cada bairro ou área organiza o seu próprio mercado de rua uma vez por semana. Na parte central da cidade, as ruas são largas, bordeadas por árvores e com edifícios de muitos andares e de grande mérito arquitetónico.

Se se afastar das lojas mais conhecidas, irá encontrar outras lojas independentes onde pode comprar um manancial de produtos surpreendentes, muitos deles com um toque internacional.

Município de Valência

Valência também tem vários “Centros Comerciales” se quiser entrar na experiência total de shopping,  e entre os mais conhecidos destacam-se o Nuevo Centro, El Saler, BonAire, Parque Ademuz, Aqua... ou, se quiser dar largas à bolsa, pode contar com a Galería Don Juan de Austria, perto da Plaza del Ayuntamiento. Também existem diferentes centros comerciais nas redondezas, tais como o El Osito em La Eliana, e outros mais pequenos espalhados pelas imediações.

6. A loucura do Festival das Fallas

O Festival das Fallas é de longe o mais estranho, barulhento, mas também o mais espetacular evento a que irá assistir durante uma visita à cidade.

Valência - Las Fallas

É difícil perceber o que queremos dizer sem passar pelo festival, mas tentaremos resumir em poucas linhas: durante o festival há várias áreas da cidade que se dedicam à construção de estátuas exuberantes, exibindo-as nas ruas durante toda a semana e lançando fogos-de-artifício para ajudar ao ambiente de festa. Na verdade, os fogos-de-artifício são lançados 24 horas por dia durante toda a semana, e até as crianças podem participar nestes lançamentos, compondo-se depois a semana com festas de ruas e muitos desfiles em roupas de fantasia.

A cidade inteira enche-se de festas fervilhantes, enquanto as Fallas se exibem imponentes e muitos estabelecimentos decidem fechar portas para irem ajudar ao acontecimento. Há um elemento religioso implicado nestas festas, e é quando as mulheres se vestem em trajes históricos repletos de saias, com um ar bastante caro e desafiante de vestir.

Valencia - Las Fallas traditional dressQuando a festa está a acabar, a população junta-se no centro da cidade para participar em vários desfiles, sendo que um dos mais importantes implica a oferta de flores à Virgem Maria que está representada numa estátua de madeira no centro. Cada rapariga ou mulher fallera traz flores consigo que depois são depositadas na estátua através de um andaime.

A cada dia por volta das 14h há um enorme quantidade de fogos-de-artifício que são libertados na praça, em frente aos passos do concelho, numa atividade conhecida como mascletà.

Fallas, Valência

O fim da festa é marcado pela destruição destas estátuas que demoraram um ano a construir e que em muitos casos podem ter custado até 100 mil euros, sendo incendiadas pelos seus criadores. Sendo certo que no próximo ano se voltam a construir novas estátuas!

Se nunca experimentou estar nas Fallas, que decorrem em março, recomendamos que tire alguns dias das suas férias para viver na primeira pessoa esta festa deslumbrante. Há muita loucura mas também muita diversão misturadas, um pouco à semelhança de outras festas em Espanha. Pepare-se contudo para enfrentar as multidões dentro dos transportes públicos, porque este é um evento muito requisitado em Valência durante esta altura do ano.

7. O velho leito do rio Turia

Em tempos passados, um largo e poderoso rio bifurcava a cidade de Valência da mesma maneira que o rio Tamisa hoje separa duas secções de Londres.

O rio Turia, que começa a correr nas montanhas que se vêm na paisagem, chegava até à cidade e depois desaguava no mar. Mas em meados da década de 1950 uma terrível tempestade que fez aumentar o caudal do rio, fê-lo inundar todo o centro de Valência até uma altura de dois metros.

Foi criado um plano durante os trabalhos de recuperação que se seguiram para desviar o rio do seu curso e fazê-lo correr por outra via mais segura, de modo a assegurar que uma inundação daquelas voltaria a acontecer. O lado bom destes trabalhos é que o sitio de onde o rio saiu deu lugar a um belíssimo parque verdejante no centro da cidade.

Valência - Jardins Turia

É possível caminhar ou andar de bicicleta pelo parque, e há inclusivamente serviços de aluguer de bicicletas numa das entradas e um posto de recolha noutro ponto do parque, ainda que julho e agosto sejam meses talvez demasiado quentes para se lançar em grandes atividades físicas.

A paisagem em volta foi bem pensada e está dividida em várias secções. Há bastantes instalações desportivas na zona, incluindo um clube de críquete chamado “Levante Cricket Club”, localizado no Campo de Basebol e Softbol.

Para os amantes da natureza, é possível observar uma grande variedade de plantas e árvores ao longo do leito do rio, e irá também encontrar os Jardins Botânicos ali ao lado, além dos famosos Jardins Reais que estão perto do metro da Alameda. Enquanto caminha ou vai de bicicleta pelo leito do rio, irá passar por várias pontes que ligam as duas partes da cidade, algumas delas com centenas de anos.

Parque infantil Gulliver Valência

Também há, é claro, cafés e bares ao longo deste caminho onde pode comprar refrescos, e ainda parques infantis com figuras como o Gulliver (da obra As Viagens de Gulliver) por onde as crianças podem escalar e descer em escorregas. A entrada é gratuita, e este espaço pode ser visto através do Google Earth!

Se andar um pouco para leste do parque, em direção ao mar, não vai querer perder os edifícios futurísticos da Cidade das Artes e das Ciências. É precisamente este o último elemento da nossa lista!

8. A Cidade das Artes e Ciências

A “Cidade das Artes e Ciências” é uma das principais atrações de Valência e que recomendamos que visite se estiver de passagem.

Cidade das Artes e Ciências, Valência

O nome magnânimo refere-se a um grupo de edifícios futurísticos desenhados por arquitetos locais, nomeadamente por Santiago Calatrava e Félix Candela, que construíram este fantástico local por diferentes fases: a primeira pedra foi colocada em 1998, junto de um dos extremos do caudal  do antigo rio Turia.

A Cidade das Artes contém 6 zonas distintas, que identificamos pelos seus edifícios:

- O primeiro edifício deste complexo é o L’Hemisferic, desenhado para parecer um olho humano gigante. De entre os serviços que oferece destacamos um cinema panorâmico 3D, que é sempre popular tanto entre os turistas como os locais.

Cidade das Artes e Ciências, Valência

Quando desce até ao cinema são-lhe fornecidos uns óculos 3D com altifalantes embutidos. Os óculos estão assim programados para emitir som e voz em vários idiomas, pelo que não interessa o país de onde venha, só terá de se preocupar em relaxar e desfrutar dos filmes.

- O edifício seguinte é o Museu de les Ciències Príncipe Felipe. Conta com um programa de exposições temporárias que vão rodando ao longo do ano, para além disso não tem de ser um fanático da ciência para desfrutar deste museu. Apresenta-se também como uma oportunidade muito didática para as crianças, que vão encontrar muitas atividades e diversões com que se podem entreter lá dentro.

- A outra parte do complexo de edifícios é o L’Umbracle, que é de acesso livre e dispõe de uma rua toda ela plantada com espécies nativas da área e onde encontramos, aqui e ali, algumas esculturas desafiantes de artistas de referência.

- O L’Oceanogràfic é mais uma atração imperdível, sendo basicamente um parque temático com do mar. As entradas podem não ser baratas, mas as suas instalações são ótimas e oferecem muitos motivos de diversão. Há um tanque de golfinhos, e também o maior túnel de vidro debaixo de água na Europa e onde pode caminhar. Debaixo do mar, caminhando dentro do túnel, irá poder estar muito perto dos tubarões que nadam a poucos metros da nossa cara!

- O Palau de les Arts Reina Sofía é uma atração mundial, com a sua impressionante casa de ópera e teatro.

- O último e o mais novo dos edifícios é o L’Àgora, que é um espaço de exposições coberto e uma arena desportiva em forma de elipse. A Cidade das Artes e Ciências tem uma função surpreendente quando pensamos na sua arquitetura deslumbrante, é que é ali, em valência, que decorrem grandes eventos desportivos todo o ano.

Qualquer que seja a sua preferência, a Cidade das Artes e Ciências oferece-lhe certamente um dia preenchido, onde pode aprender, divertir-se e deixar-se inspirar por todo o ambiente.

Informações práticas

Se for de carro em visita à Cidade das Artes e Ciências, deve ter em consideração que apesar de haver parque de estacionamento na área pode deixar o seu carro um pouco mais longe, perto do centro comercial na avenida principal, e assim poupar dinheiro. É que basta fazer umas compras ou tomar uma refeição neste centro comercial para ter acesso a um lugar gratuito.

Para aqueles que vão passar uns dias de férias na cidade, recomendamos que leia mais sobre a zona antiga de Valência, onde vai poder mergulhar em história, arte, e retirar o máximo proveito de uma cultura riquíssima que só esta cidade pode oferecer. Verá que o seu tempo será bem empregue!

Apartamento em Valência cidade (Centro de Valência)

  • 1 quarto
  • 4 pessoas
  • 1 casa de banho
  • 40 m²: área coberta
  • Wi-Fi
  • Ar condicionado
  • Aquecimento
  • Máq. lavar roupa
  • TV
Id: 54018 Adicionar aos Favoritos Remover Remover
€ 358 - 1 162/semana € 51 - 166/noite Mostrar detalhes

Apartamento em Valência cidade (Algirós)

  • 1 quarto
  • 2 pessoas
  • 1 casa de banho
  • 65 m²: área coberta
  • Wi-Fi
  • Ar condicionado
  • Aquecimento
  • Elevador
  • TV
Id: 47173 Adicionar aos Favoritos Remover Remover
€ 284 - 1 092/semana € 41 - 156/noite Mostrar detalhes

Apartamento em Valência cidade (Centro de Valência)

  • 2 quartos
  • 4 pessoas
  • 1 casa de banho
  • 80 m²: área coberta
  • Wi-Fi
  • Ar condicionado
  • Aquecimento
  • Elevador
  • TV
Id: 54876 Adicionar aos Favoritos Remover Remover
€ 434 - 1 302/semana € 62 - 186/noite Mostrar detalhes
X
Ganhe um voucher de € 750 como prémio!
Inscreva-se na nossa newsletter e habilite-se a ganhar 750€ para usar nas suas próximas Férias em Espanha.


Eu li e aceito a política de privacidade
 Ganhe um voucher de € 750 como prémio! 
Ferias-Espanha.pt usa cookies de terceiros para melhorar os nossos serviços e mostrar anúncios ajustados às suas preferências, analisando os hábitos de navegação. Mude as configurações e obtenha mais informação. aqui